Entenda porque 2021 é o momento para investimento imobiliário

Com a pandemia, 2020 foi um ano de desafios. Trazendo consigo diversos impactos sociais e econômicos, a chegada do Corona desestabilizou o mercado como um todo, mas as circunstâncias negativas não foram capazes de influenciar profundamente o crescimento do setor imobiliário no Brasil – e as perspectivas para o próximo ano indicam um 2021 muito melhor para o investimento imobiliário.

O mercado de imóveis vem lançando vários indicativos de que a solidez da área imobiliária está mais do que bem estabelecida: além do setor ter se mantido firme ao longo das instabilidades dos últimos meses, o ritmo de crescimento da economia combinado ao o controle da inflação e situação fiscal aponta para um contexto de expansão de negócios imobiliários.

Neste artigo, vamos analisar as tendências do mercado de imóveis para 2021 e entender as perspectivas positivas para o investimento imobiliário neste novo ano. Confira a seguir!

Baixa nos juros para o seu investimento imobiliário

Mantida pelo Comitê da Política Monetária do Banco Central, a taxa Selic é um dos índices mais relevantes para quem está interessado em fazer um investimento imobiliário. Esta taxa influencia todas as demais taxas de juros do Brasil, inclusive as utilizadas para regular o pagamento de financiamentos de imóveis.

No ano de 2020, ela atingiu uma grande baixa, descendo de 6,5% em 2019 para apenas 2% ao final de 2020. Isso significa que os empréstimos para compra de imóveis estão muito mais atrativos, com taxas de pagamento reduzidas – o que abre as portas para bons negócios com imóveis.

E a boa notícia não para por aí: os especialistas em economia apostam que a taxa Selic não irá passar de 2,75% em 2021. Por outro lado, as estimativas indicam que ela poderá atingir até 4,5% em 2022. Assim, a hora é agora!

Reaquecimento do mercado de imóveis

Com o reaquecimento da economia, as taxas de juros favoráveis e o controle favorável da inflação, o mercado de imóveis está com tudo para ficar movimentadíssimo. Muitas pessoas adiaram o seu investimento imobiliário por conta da instabilidade de 2020, enquanto diversas construtoras tiveram a construção dos seus empreendimentos atrasada por conta do distanciamento.

Em 2021, a expectativa é que todos estes negócios devem vir a se concretizar. Em um levantamento feito pela Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), 97% dos presidentes e diretores das maiores empresas do setor pretendem lançar novos projetos durante o curso deste ano. Desta forma, podemos esperar um grande movimento na área de imóveis para 2021!

Saiba escolher o imóvel certo para o seu investimento

Ao comprar um imóvel, seja para uso próprio ou para realizar um investimento imobiliário, um dos aspectos mais importantes é saber escolher a propriedade certa para atender às necessidades do usuário. Antes de investir, leve em consideração aspectos como a localização da propriedade e a proximidade com pontos importantes da rotina, como centros comerciais de compras, de negócios para trabalho, escola para crianças ou o supermercado, por exemplo.

Analise também os diferenciais do empreendimento, como a oferta de espaços de lazer ou benefícios que outros imóveis não oferecem. Alguns espaços podem contar com área para receber amigos, quadras de esportes, piscinas e outras vantagens para proporcionar mais conforto e possibilidades ao cotidiano dos moradores – o que valoriza o imóvel e potencializa a qualidade de vida do usuário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *